Pesquisar este blog

7.2.09

Faíscas



Teorizo a matéria em vazios,
Espalhando migalhas na mesa.
Tenho n’alma um terreno baldio
E sou cúmplice, invento a surpresa.

Num pé d’água em desterro que cai,
Com faíscas nos olhos, despejo
Baço mar de friezas que vai
Já castrando e calando o desejo.

Sou sol que arde em mormaços febris
E recorto horizontes num lume:
Sucessão inconstante de agoras...

Tatuagens em mim, eu que fiz,
Sou um bicho com garras em gume,
Afiadas, magoam – esporas.

Magmah

2 comentários:

Rosa Cardoso disse...

Tatuagens em mim, eu que fiz,
Sou um bicho com garras em gume,
Afiadas, magoam – esporas.

▬ Belo.

ükma disse...

"Já castrando e calando o desejo"

fiquei com isso tilintando na minha cabeça, agora. Mto bonito, vocês capricham aqui, hein? beleza.