Pesquisar este blog

1.8.09

Olhos de jabuticaba em tarde verde


Para Anniely Mariah.




Por seu barulho
a casa em silêncio
ansiosamente espera

Os pequenos quadrados
os jarros pintados
as paredes fingidas de tela.

Menina, furacão extra tropical

Nos espaços onde você impera
rastros de flores e cavalos
canções de ninar em abraços

Segredos entre criança
e bonecas.




(Jessiely Soares)

5 comentários:

Larissa Marques disse...

tenho alguns poemas sobre bonecas, o seu está lindo!

Magmah disse...

pra tua filhota, né? liiindo demais esse mundinho de criança nos versos da mãe... =*

Jessiely Soares disse...

:D

Obrigada, meninas!

Magmah, é sim, Flor... é para minha filha, minha bonequinha com ares de furacão!

Beijos!

Malu disse...

ah... muito doce, ainda que para uma menina furacão. adoro jabuticaba e olhos negros idem. lindo poema. bjo.

ükma disse...

Mas é sua filha ou é você???