Pesquisar este blog

15.9.09

Múcio Góes



Hoje falarei com Múcio Góes, a meu ver uma revelação da poesia atual. Natural de Palmares – PE, nascido em 1969. Suas obras publicadas são: “O avesso e o verso”, Editora Nossa Livraria e “Grãos ao alto!” , da Editora A Árvore dos Poemas. Recomendo ambos, li, reli, treli, amei!
Poderá encontrar mais de Múcio nos blogs:
http://www.traversuras.blogspot.com/
http://blogdesete.blogspot.com/
http://www.e-tapas.blogspot.com/


LM: ─ Como se descreve como poeta?
MG: ─ Sou amante da palavra, e ligado nas possibilidades que ela me oferece. Gosto da rapidez do verso. Pretendo uma poesia que não se encaixe em regras de conduta. Pretendo a liberdade, embora cheire a concretismo e marginalidade, quero minha poesia livre de amarras, se um dia consegui-lo, morrerei feliz.

LM: ─ De onde vem sua inspiração?
MG: ─ Eu penso poesia. Sinto quando o momento/dia está propicio, inspirador. E ando atento, com a percepção aguçada para que não me escape um verso, uma palavra, um poema.

LM: ─ Por que continuar escrevendo?
MG: ─ Oficio, tesão, ocupação, diversão, não necessariamente nessa desordem.
quem te influencia: Pessoa, Drummond, Quintana, mas foi Leminski meu divisor de mágoas.

LM: ─ Quem indicaria como descoberta literária atual?
MG: ─ A blogosfera anda cheia de poetas e poesia. Mas, cascaviando aqui ali, acha-se pedras lapidadas como Marcelo Montenegro, cujo blog me indicou um bom amigo. Gostei e repasso. E um cara chamado Rodrigo Souza Leão, que descobri seu blog, infelizmente, dias após sua passagem. Os blogs são:
http://lowcura.blogspot.com/
http://www.germinaliteratura.com.br/mmontenegro.htm

LM: ─ Agradeço esse afago que me faz, participando de meu querido blog, que é a Revista Eletrônica Falópios e aproveito a oportunidade para dizer que é uma honra poder chamá-lo de amigo, companheiro, parceiro, obrigada!
MG: ─ Lari, querida! Fantástica tua saga poética! Escritora-poeta-ativista, sempre lutando pela poesia viva! Obrigado.

10 comentários:

Larissa Marques disse...

falar de Múcio é sempre prazer!

rai2007 disse...

Boa entrevista. Concisa e informativa.

Cesar Veneziani disse...

Múcio tem uma facilidade de fazer colagens com palavras... Ele as retalha e faz remendos. Os sentidos se mesclam num lirismo absurdamente simples.
Quem não conhece sua obra não sabe o que está perdendo!

Parabéns, Larissa, pela iniciativa!

Celso Mendes disse...

Entrevista muito bem conduzida. Estou tendo o prazer de conhecer a obra de Múcio só agora, mas realmente é um poeta de grande talento, minhas primeiras impressões do que li são as melhores possíveis.

Malu Sant Anna disse...

show, entrevista e entrevistado!

FláPerez (BláBlá) disse...

sou fã desse cara.

Bento Calaça disse...

Massa!
o Múcio
tem uma poesia
das mais limpas q eu já li!
usa a palavra necessária
para caldo não entornar.
sou fã
faz
tempo.

Jarbas Siebiger disse...

Temos, em Múcio, a prova viva de que o Nordeste é celeiro de excelentes poetas. A entrevista, além de oportuna, constitui documento histórico.

Múcio L Góes disse...

pessoal,

é com alegria q vejo a receptividade deitada à minha escrita.. sempre um incentivo para q eu siga com a minha usina movida a extrato de simpleza!

brigadao!

=]

\o

Larissa Marques disse...

Múcio,
O encantador de olhos!
Beijo, querido!