Pesquisar este blog

23.9.09

Vontade de ti




Vontade de ti


O olhar perdido que outro olhar procura
E os dedos pálidos traçando os seios.
Vestidos só com véus de gaze pura,
Auréolas rosa, faces e entremeios...

Vazio o leito, parco de ternura,
Meu flanco e ventre mornos, com receios,
Querendo dar-se, sendo criaturas,
Desejos cutelados pelo meio...

Carótidas vertendo nas fissuras
E os nervos entre as veias e os veios,
Filões sobre camadas tão escuras!

Lençóis intactos, alvos e tão feios!
Raízes vão brotando na brancura,
Não há mais corpo ou alma... só anseios...


Magmah

6 comentários:

Malu disse...

ui... deslumbramento matador!

Ruy disse...

Comentei em outras plagas. A eterna perfeição de Sara.

Maria Júlia Pontes disse...

Muito lindooooooo!
amei esse seu versejar.

FláPerez (BláBlá) disse...

perfeito e mto sexy!

Ana Sisdelli disse...

que lindo.

Moniquinha disse...

Lindíssimo.