Pesquisar este blog

2.10.09

Pecado escada abaixo*


A volúpia que me arranha as coxas e pescoço é involuntária. Argumentos sutis dominam meus olhos e quadris enquanto as mãos firmes sulcam a matéria.
Do que é possível um desejo, não há como saber, enleia, cose, retalha.
E cai na malha fina das ilusões corroídas pelo ácido da indecisão mesclada a ausênciade vitupérios maiores.
Eu perdi a vergonha nos corredores dos conventos, nas escadarias da sala de confissões.
E decidi que um mortal não mais me julgaria.
AnaSisdelli.
imagem: JPeixe

4 comentários:

Larissa Marques disse...

sê bem vinda, menina!
como sempre, ótima escrita!

Maria Júlia Pontes disse...

Bem vinda!
ôche!
arrojou.

Lessandri disse...

Augusta dos Anjos somada a Simone de Beauvoir?
Gostei bastante, achei interessante! Pretendo acompanhar seus textos. ^^

Ana Sisdelli disse...

ulalá!
que to gostando desse espaço!
gracias!
acompanhem!