Pesquisar este blog

12.7.10

gueixa

teu sorriso
congelado na foto
faz-me sorrir...

teu olhar travesso
adverte!
não leve a sério
as promessas
mal escuto tuas cantadas
mas teu olhar...
teu olhar me diverte!

traço mapas de beijos
em teu corpo

teu sorriso
instiga meu carinho
estrela cadente
luz que me invade


força sem igual
golpe cortante
nas minhas incertas certezas

beligerante
entrego-me
gueixa-suicida

falsas melenas
longas e retas
pele branca...
finjo ser perfeita
só pra te agradar
acalento teus sonhos


rio de tuas estórias
acredito nas falsas promessas...


só por uma hora
deita aqui!
deixa que eu te encante
com meu sorriso milenar.



(rosa cardoso)

2 comentários:

Iriene Borges disse...

adorei os versos finais. Somos todas em algum momento gueixas, não é mesmo?! Acho que é o modo feminino de manifestar o amor. Li uns poemas no blog da Maju que me lembraram vc.

Beijo

Rosa Cardoso disse...

Depois me envia os links, mas foi "transmimento de pensação" lembrei de vc ontem e fui catar teus poemas pra reler.
Qto ao "momento gueixa" acho que acontece a muitas de nós e mais vezes do que confessamos.

Beijos, moça.