Pesquisar este blog

4.8.09

Outro




Vergo ao silêncio que me cala
Onde fico fria, nem resvala
Um bocado de calor no corpo ainda desperto
Embora bem coberto.

Calo ao silêncio que me verga
Tão quente e tão fria ao mesmo tempo
E ainda não enxergo sonhos novos
Pois sono não me vem, nem implorado

E olho o teu corpo aí, prostrado
Agora mesmo meu, já não mais isso
Embora dentro em mim teu sêmen novo
Teu feito novo, o mesmo velho fato

Me esvaio de incerteza e insônia
De pouco amor e tanto suor trocado
Na cama, nas cobertas, no bocado
Onde pensas que é meu dono

Mas cá dentro onde pensas estar guardado
Fica apenas o teu ofegar distante
E ante esse quadro ofuscado
Fico, insone, desejando outro amante.

(Elena Pacce)




Descubra quem é Elena Pacce, lembre-se que o primeiro a acertar ganha o prêmio.

11 comentários:

Larissa Marques disse...

Nova fase da Falópios, agora desligada do Bar do Escritor.
Se participar assiduamente da comunidade orkutina da Falópios, o leitor daqui, tem mais chances de acertar, pois os escritores que aqui participam são membros e contribuem com seus escritos por lá!
Boa sorte a todos!

Larissa Marques disse...

Para quem ainda não sabe onde é a comunidade no orkut, há um ícone bem abaixo do cabeçalho da falópios com um atalho e deixo um por aqui:

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=53019916

Rosa Cardoso disse...

Será que é o Ruy?

nelson disse...

poe/sia é o coronel.

Magmah disse...

ia apostar no ruy tbm... Oõ

Larissa Marques disse...

apostem!

Ana disse...

Muito cadenciado.
Embora tenha lido alguns do Ruy, me pareceu existir aqui a musicalidade dos poemas dele, coisa que admiro bastante.
Aposto no Ruy.

Cesar Veneziani disse...

Acho que ou todos vamos acertar ou alguém virou clone poético do Ruy!
No que comecei a ler imaginei ser ele o autor... Meu voto: Ruy!

liz disse...

tá bom, vou pitaquear só pra divergir: Vinicius.


Mas, como ele já foi falopiado, imagino q não haja repetecos, né?

Larissa Marques disse...

A Rosa foi a primeira a acertar, portanto Rosa envie seu endereço para mim, por depoimento, te mandarei um livro!

Ruy disse...

Obrigado, meninos e meninas, pelos palpites. Parece que fui meio óbvio nesse escrito. Fico feliz por ter sido a Rosita. Venceu mais pela rapidez do que pela dedução.
Especialmente agradecido a Larissa, amiga de sempre, pela oportunidade.
Beijos a umas e abraços a outros.