Pesquisar este blog

4.11.09

Diagnóstico - Flá Perez

Ela é uma mulher muito ocupada.

Acorda, olha através,
além dos olhos da vidraça.

E se esforça,
antes que lhe escape o mote,
em pensar algo
que lhe baste um pouco

- quem sabe um choque
nos que esperam mais
dessa mulher muito ocupada
e forte -

Cansam-me sóis repetidos,
vidraças, garoas, edifícios...

O dia vai administrá-la
mal vesti-la,
agenda-la
come-la rápido no drive-thru da esquina.

Mas ela chega em casa
e ainda precisa aproveitar a noite
para se encher de olheiras
e copiar os mortos

(phodiam mais que ela).

Não é à toa que entre seus dedos
caibam apenas
vidraças repetidas, frias,
novamente sóis, estrelas,
luzes da cidade

e espera.

3 comentários:

FláPerez (BláBlá) disse...

desculpe o atraso na postagem.
bjbj

Adriana Alves disse...

é...da pra gente se ver nos seus versos ! belos e verdadeiros ! Adri

FláPerez (BláBlá) disse...

Poxa, obrigada!
estava dizendo esses dias que gosto de ouvir isso, até mesmo num poema como esse.
bjs