Pesquisar este blog

16.12.09

Montanha-Russa - Flá Perez

Quando era menina, até mocinha, adorava montanha - russa. A sensação de medo e ansiedade na subida antes da queda...que angustia gostosa! A queda acelerada, assustadora, era uma delícia. O vento batendo na gente, a velocidade. Que emoção! Quando acabava, não via a hora de subir de novo, de novo, de novo!

Há poucos anos fui a um parque de diversões novo e vi um looping. Estava ansiosa por uma emoção mais forte que as que sentia ultimamente, ansiosa pra voltar a fazer coisas senão iguais, pelo menos parecidas com as que fazia antes. Então resolvi subir.

A subida foi angustiante, um pouco como era antigamente, mas não tão prazerosa, porque havia agora um ingrediente novo: o medo. O medo de algo dar errado, o medo de altura, o medo de não agüentar. O medo.
Quando cheguei no topo já havia me arrependido. A descida foi horrível. O looping pior ainda e eu só pensava: “O que estou fazendo? Porque fiz isso, pra quê?”. A sensação se agravou, pois não tinha como descer e o looping deu mais uma volta, de costas.

O looping fica pior, bem pior quando você se arrepende e não pode descer. Está presa, tem que ir até o final.
Desci naquele dia do carrinho prometendo a mim mesma nunca mais subir numa montanha - russa e pensando em como era idiota de gostar de uma coisa dessas, sem sentido. O que estava querendo provar?
Tá certo que as montanhas russas que eu conhecia não eram como essa, para essa não estava preparada. Era um looping, um perigoso, assustador looping. E ele me deixou com medo das montanhas russas que tanto amava antes.

Ou talvez eu é que tenha mudado. Pense muito, analise muito sobre o que pode dar errado, sei lá, talvez algumas coisas não tenham que ter um sentido, uma utilidade. Uma explicação. Talvez aquele looping não fosse o problema e sim eu.
O fato é que sinto falta da montanha russa. Sinto falta e a quero de novo, mesmo que seja pra me arrepender no meio. Mesmo que não tenha sentido, mesmo que eu queira descer. Sinto falta de mim.

Estou aqui parada na frente dela. Ela me chama, fascina. Vou subir...


4 comentários:

Lanoia disse...

riscos q se corre
..
com o tempo a pessoa aprende a medir a queda.. antes d se jogar :)

FláPerez (BláBlá) disse...

minha cordinha de bumg jump é mais comprida que a descida, meu para- quedas, sempre esqueço em casa e objects in my mirror sempre parecem mais longe do que estão realmente, rsrsrsrsrs
bjbjbj

ükma disse...

Vai, se joga, abusa do perigo, pois chega uma hora em que a montanha-russa perde a graça e é melhor que seja logo.
hehehe (sem graça, mas é verdade)

FláPerez (BláBlá) disse...

minha mãe diz q em 5 anos tem q mudar de montanha rsrsrsrs