Pesquisar este blog

12.4.10

poema de amor morto


poema de amor morto

dói como o parto

de um filho perdido...


difícil se desvencilhar

é grito e lamento esquisito

no corpo da folha

hematomas

não passam batidos


filme em branco e preto

voo... de pássaro ferido.


rosangela_aliberti

Galeria de Um Olhar Vibratil - Flickr

Um comentário:

Valvesta disse...

amor morto, uma dor de parto do coração, exata definição.Abraços e boa semana