Pesquisar este blog

7.5.10

Peito Materno


Prisão forte confortável,
Meu desejo é sair de lá,
Feita com o saciável
Vão me ouvir chorar.

A luz do dia demora,
Pessoas adoram acariciar,
Ai!Não vejo a hora...
De esse dia chegar.

De um lado para o outro,
Proteger-me, vale o cansaço.
Arruma o berço com gosto,
Logo, ter-me-á em seus braços.

Sem prazo de validade,
Esse instinto é eterno.
Está na hora da verdade:
Ir para o peito materno.


De Lena Casas Novas
magem de autoria desconhecida