Pesquisar este blog

15.12.10

video


Tua Musa (23/11/2006)

Sou deusa no altar dos teus sonhos,
Enigma por ti a ser desvendado.
Trago comigo mistérios medonhos,
A carne fraca e um segredo velado.

Fonte de prazeres, contraditória,
Um oceano com águas profusas.
Sou mãe e filha da tua memória,
Esfinge indecifrável e confusa.

Meu corpo, curvas ao sabor da brisa,
Em meio a vasto e ostensivo festejo,
Segue a dança, contorce-se e desliza,
Qual taça transbordante de desejo.

Labirintos invisíveis descreve,
Uma estátua diáfana a bailar,
Em mil volteios quietos e breves:
Musa feita pr’um poeta inspirar...

Magmah

Nenhum comentário: