Pesquisar este blog

22.1.09

Ao homem



Mulher difere bem de uma escultura,
Perfil de traço fino e arredondado,
Sutil leveza, encantos e ternura...
Se traz pra si deslumbres e cuidados

Dos homens a que atrai a todo o instante,
Feitiço está no olhar que se apaixona.
Não vem a ser só pura e cativante,
Sensível, delicada ou bela dona.

Se sofre e chora a dor de uma saudade,
Na vida e em suas nuances mais singelas,
Possui, contudo, o dom de ver beleza.

Há nela força e personalidade...
Pressente as tuas queixas e querelas
Lá do alto do seu porte de princesa.


Sara

2 comentários:

Larissa Marques disse...

sensívelmente belo!

ükma disse...

O verso inicial já chega conquistando...
Mto gostoso, Sara.